Fisioterapia
O fisioterapeuta, na Paralisia Cerebral, realiza uma abordagem específica, baseando-se numa avaliação da criança/jovem com alterações motoras. Intervém através do movimento, sendo este incorporado numa atividade funcional, de modo a maximizar o potencial de movimento e funcionalidade. 

Áreas de intervenção:
  •  Avaliação do desenvolvimento da pessoa com PC.
  • Definição de objetivos de intervenção, de acordo com as necessidades e potencialidades do cliente e respetiva família; 
  • Promoção do desenvolvimento motor, capacidade funcional e melhoria da qualidade de vida dos clientes;
  • Prevenção e redução do aparecimento de possíveis deformidades que privam ou limitam a participação da criança nas atividades
  • Avaliação e adaptação de produtos de apoio para cada cliente no sentido da prevenção de deformidades ou melhoria da função;
  • Orientar e aconselhar a família, professores e outros intervenientes no desenvolvimento do cliente relativamente a formas de manuseio e posicionamento nas rotinas diárias e nos diferentes contextos;
  • Intervenção e colaboração em atividades complementares tais como a hidroterapia.

O fisioterapeuta faz parte de uma equipa multidisciplinar, da qual a família tem um papel fundamental.